quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Certidão de Nascimento de Dilma na Bulgária menospreza a inteligência do brasileiro


Mais uma falsificação grosseira de campanha.  Esta imagem seria nada mais, nada menos, que uma certidão de nascimento de 1947, atestando que Dilma Rousseff nascera na Bulgária. Se estas informações fossem verdadeiras, Dilma estaria impossibilitada de ser tornar Presidente da República no Brasil, pois a Constituição proíbe que um estrangeiro se candidate ao cargo máximo da nação.

Assim como os arquivos do DOPS publicados pela Folha de S. Paulo, esta certidão de nascimento é completamente falsa. Vamos as provas:

- a Bulgária usa o alfabeto cirílico, o mesmo utilizado pela Rússia, baseado na escrita grega. O nome de Dilma Rousseff nesta certidão está escrito no nosso alfabeto, de base fenícia. Veja este jornal búlgaro e tente entender alguma coisa escrita (aqui);

- o nome Rousseff não existia na Bulgária. O pai de Dilma “abrasileirou” seu nome para Pedro Rousseff, no original, era Petár Russév, escrito no idioma búlgaro, Петър Русев.(aqui);

- o pai de Dilma saiu da Bulgária no final de 1929. Dilma nasceu em 14 de dezembro de 1947, em de Belo Horizonte.  A candidata do PT não é a primeira filha do casal. Dilma tem um irmão mais velho chamado Igor, nascido nos primeiros dias de 1947. Veja esta matéria completa na Revista Piauí (aqui).

- esta fraude baseia-se em boatos sobre o presidente-ditador do Peru, Alberto Fujimori ,ter nascido no Japão. Mesmo com inúmeras infrações aos Direitos Humanos em seu país, Fujimori foi defendido aqui pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (aqui).

Esta é a foto de Dilma em família – aqui no Brasil:

4 comentários:

Anônimo disse...

É interessante ver como a extrema direita brasileira tem adotado as mesmas más idéias da extrema direita americada, que "criou" uma certidão da Republica do Quenia para o Presidente Obama (sendo que quando ele nasceu não existia uma Républica do Quenia). Quando ouvi esse rídiculo boato sobre a Dilma a primeira coisa que pensei foi: será que, pelo menos a falsificação foi escrita em cirilico? Nem isso! Eles contam com ignorância e com a "avída credulidade" daqueles que querem encontrar um motivo impedir Dilma de ser presidente.

Mário. disse...

O pior de tudo é que conheço gente acreditando nisso na esperança de impedir Dilma de assumir!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!kkakakaka

Leo Lucas disse...

O alfabeto cirílico também tem "base fenícia":

Escrita suméria
-> hieróglifos egípcios (também usados como silabários)
-> alfabeto proto-sinaítico (sem vogais)
-> alfabeto fenício (sem vogais)
-> alfabeto grego (com vogais)
-> alfabeto cirílico

DiAfonso disse...

Olá, Leo Lucas! Boa tarde!

Grato pelas informações.

Grande abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...