sexta-feira, 16 de março de 2012

Morre o geógrafo Aziz Ab´Saber

Professor Aziz Ab' Saber durante lançamento de seu livro na USP. 
Foto: Francisco Emolo / Jornal da USP

Morre o geógrafo Aziz Ab´Saber, um dos mais respeitados do país  

Próximo dos movimento sociais, professor emérito da USP era crítico às alterações propostas pelo novo Código Florestal

da Redação

Aziz Nacib Ab´Saber, um dos geógrafos mais respeitados do país, morreu na manhã desta sexta-feira, às 10h20 em sua casa, em São Paulo, vítima de um ataque cardíaco em sua residência. Ainda não há informações sobre local de velório e sepultamento. Não haverá aulas na FFLCH nesta sexta-feira (16). A Faculdade decretou luto oficial. Ele tinha 87 anos. A informação foi dada pela SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) da qual Ab´Saber era presidente de honra e conselheiro.

Apesar da idade avançada, Ab´Saber envolveu-se, nos últimos dois anos, com a discussão do novo Código Florestal. De acordo com a SBPC, o geógrafo criticava o texto por não considerar o zoneamento físico e ecológico de todo o país, levando em consideração a diversidade de paisagens naturais no Brasil.

Um dia antes de morrer, o professor, nascido em São Luís do Paraitinga, em 24 de outubro de 1924, fez sua última visita à SBPC, em São Paulo. Em um gesto de despedida, mesmo involuntariamente, ele entregou na tarde de ontem à secretaria da SBPC sua obra consolidada, de 1946 a 2010, em um DVD, para ser entregue a amigos, colegas da Universidade e ao maior número de pessoas.

“Tenho o grande prazer de enviar para os amigos e colegas da Universidade o presente DVD que contém um conjunto de trabalhos geográficos e de planejamento elaborados entre 1946-2010. Tratando-se de estudos predominantemente geográficos, eu gostaria que tal DVD seja levado ao conhecimento dos especialistas em geografia física e humana da universidade”, diz Ab'Saber em sua dedicatória.

(Com informações de Viviane Monteiro, do Jornal da Ciência, SBPC)


2 comentários:

Eurico disse...

Um sábio, da mesma estirpe do também saudoso Milton Santos.
A nação perde uma de suas mentes mais ilustres.

Deus o tenha.

Abç fraterno.

Diógenes Afonso disse...

Sim, senhor.

Ainda hoje, por volta das 15h falava do Milton Santos com um professor de Geografia... Interessante algumas coisas que andam acontecendo comigo...

Abs!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...