domingo, 1 de abril de 2012

"É tempo de murici, cada um cuide de si"

O site do jornal O Globo alterna manchetes garrafais que antecipam o funeral político de Demóstenes Torres, até há bem pouco tempo um parceiro, digamos assim, do jornalismo imparcial chancelado pelos Marinhos. A revista Veja, cuja afinidade de propósitos com Demóstenes, segundo consta, poderá ser aferida pela intensa troca de telefonemas entre a alta direção de sua sucursal, em Brasília, e o senador dublê de bicheiro, trata agora o amigo como um defunto contagioso, cujo enterro não pode tardar.

O Estadão, para arrematar, refere-se a 1964 - que ajudou a eclodir - como 'o golpe' de 64. Sintomático, a renovação do vocabulário se dá justamente na cobertura do cerco promovido por estudantes a integrantes da ditadura que comemoravam o golpe no Clube Militar, no Rio.

Tempos interessantes. Se vivo, possivelmente o coronel Tamarindo, protagonista da Guerra dos Canudos (1896-1897), repetiria aqui a frase famosa: 'É tempo de murici (*uma fruta da caatinga), que cada um cuide de si'. O bordão símbolo da debandada teria sido proferido pelo coronel Pedro Nunes Tamarindo ao constatar a desarticulação total das tropas no ataque a Canudos, após a morte do comandante Moreira César.

Decorridos 48 anos do golpe militar de 1964, o conservadorismo brasileiro vive, sem dúvida, uma deriva decorrente da implosão da ordem neoliberal no plano externo e de três derrotas presidenciais sucessivas para o PT. Não tem projeto, não tem lideranças - Demóstenes pretendia ser o candidato em 2014; Serra é contestado entre seus próprios pares, como se viu na prévia do PSDB, em SP. É tempo de murici.

De volta, e afiado, Lula sintetizou bem esse período, personificando-o no declínio do eterno candidato tucano: 'Serra é o político de ontem; com idéias de anteontem'. Mas as safras passam. Cabe ao governo, e às forças progressistas, ocupar o vazio com respostas que não sejam apenas a mitigação daquilo que os derrotados fariam, se não estivessem cada qual cuidando de si.

2 comentários:

SARAIVA13 disse...

Cumpadi DiAfonso,
Foi rápido e não deu para notar.
Já está corrigido.
Tenha um ótimo domingo e não esqueça de vender minha lancha, porque já comprei a nova ( dei a entrada ) e dentro de 45 a 60 estou recebendo e tenho que pagar o resto.
Domingo passado, no meu aniversário fiquei esperando ajuda dos amigos com alguns $$$$$$$$$, mas não pintou nada, nem mesmo do Carlinhos Cachoeira, Demóstenes ou Agripino, kkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
Abraços,
Saraiva

Diógenes Afonso disse...

Êta, cumpadi!

Nem me alembrei de seu niver [mi adiscurpi]... PARABÉNS!SAÚDE, PAZ E TUDO DE BOM!

Eu digitei o título na pressa e engoli uma letrinha... rsrs

Quanto à lancha, deixe comigo, vou falar com o "professor" Cachoeira e com o "aluno" Demóstenes para que providenciem, de imediato, os valores para vc quitar sua nova lancha. kkkkkkkkkkkkkkkk

Abs!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...