sábado, 23 de junho de 2012

Jornalista da Folha é vetado por Hillary Clinton e por seguranças da ONU [Acho é pouco! Defendam a política dos EUA!]

Nota do editor-geral do Terra Brasilis:

Acho é pouco! Folha e as grandes corporações midiáticas brasileiras continuem cheirando o rabo da política estadunidense. Vão bradar sobre liberdade de imprensa?!?! Vão nada! O lamento da ANJ não serve de nada - é da boca para fora -, pois sabem que com a arrogância dos EUA, defendida com berros e subserviência em editoriais tupiniquins, não pode ser barrada, sobretudo, por jornais e jornalistas que fazem a defesa dessa nação "democrática". 

Hillary Clinton mostrou à grande imprensa brasileira o que é liberdade de expressão... rsrs. Leiam matéria abaixo.

________________________

Jornalista da Folha faz pergunta para Hillary e seguranças vetam seu acesso a pavilhão no Riocentro

A segurança da ONU vetou a presença do jornalista Fernando Rodrigues, da Folha, no pavilhão 5 do Riocentro, onde se realizam as sessões plenárias com chefes das delegações dos 193 países que participam da Rio+20.

Na parte da manhã desta sexta-feira (22), Rodrigues assistiu ao evento no qual a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, anunciou um programa de ajuda a países africanos na área de energia limpa.

Ao final, na saída da sala, o jornalista fez uma pergunta à chefe da diplomacia dos EUA a respeito da posição dos EUA sobre a crise política no Paraguai. Hillary respondeu brevemente, dizendo que estava acompanhando.

Nesse momento, seguranças dos EUA e da ONU empurraram o repórter e o impediram de fazer novas perguntas. Rodrigues então foi seguido até a sala ocupada pela Folha no pavilhão 3 do Riocentro. No local, os seguranças da ONU e dos EUA pediram novamente para ler e anotar os dados da credencial do repórter.

Às 13h30, quando estavam sendo distribuídos passes para a entrada de jornalistas na plenária da tarde, funcionários da ONU informaram que a presença de Rodrigues estava vetada naquele local.

De acordo com Robin Della Rocca, do departamento de Informação Pública da ONU e responsável pelo atendimento à imprensa na Rio+20, seguranças de Hillary informaram à ONU que, apesar de advertido, Rodrigues insistira em se aproximar da secretária e que, por isso, pediam que fosse vetado seu acesso ao Pavilhão 5, onde se reúnem os chefes de Estado. O pedido foi atendido pela ONU.

O consulado americano no Rio negou que a segurança da secretária Hillary Clinton tenha pedido que o acesso de Rodrigues ao Pavilháo 5 fosse vetado.

O diretor-executivo da Associação Nacional de Jornais, Ricardo Pedreira, disse que a entidade lamentava "atitude discriminatória contra o jornalista Fernando Rodrigues por estar exercendo a sua função de jornalista. Ainda mais vindo dos Estados Unidos, um país reconhecido por sua liberdade de imprensa". 

2 comentários:

Carlos Cwb disse...

Ahahahaha!!!...

A "Foia" tomou na tarraqueta!
Bem feito, quem mandou puxar o saco e prestar vassalagem ao "Big Brother"?...

Diógenes Afonso disse...

kkkk Fosse em época de carnavá, cumpadi, fazia-se um bloco: " A FOIA TOMOU NO C...!" KKKKK

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...