terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Haddad cobra R$ 990 mil do Corinthians por danos ambientais

Danos ambientais foram causados na várzea do Rio Tietê, na altura do Parque Ecológico, na zona leste de São Paulo

A recém-iniciada gestão do prefeito Fernando Haddad (PT) em São Paulo cobrará do Corinthians uma multa de R$ 990 mil referentes a danos ambientais causados pelo clube no Parque Ecológico do Tietê, na zona leste da cidade, segundo reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo”.

O processo foi iniciado em 2010 após autuação feita pelo gestão do ex-prefeito Gilbero Kassab (PSD), mas ficou parado na Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente.

Os danos são referentes à obra do centro de treinamento que o clube possui na região. Após denúncias de moradores do local e de ONG’s em abril de 2010, foi constatado que o Corinthians despejava entulho em uma área de preservação ambiental às margens do rio Tietê.

A construção chegou a ser embargada na época por ser executada sem as licenças necessárias, mas voltou à legalidade assim que o time apresentou uma proposta de ajustamento de conduta junto à Prefeitura.

O ajustamento, porém, foi negado somente agora, em 2013, e levou à multa aplicada pela gestão Haddad – a primeira de grande porte do novo prefeito na pasta do Verde. O Corinthians afirma que irá recorrer da decisão e envolver seu setor jurídico na questão, já que até o momento uma empresa terceirizada cuidava do caso desde o embargamento das obras em 2010. 

6 comentários:

Anônimo disse...

900 mil é mole pro Corintians, já que o governo federal DEU 30 MILHÕES PRA ESTE CLUBE CHEIO DE CARTOLAS LADRÕES.

Eles devolvem 900 mil, e fica tudo bem. Esse país é uma piada pronta.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Otaviano disse...

E pior vão mudar a nossa gramática por causa da presidAnta "ela mesma muda?
rs
É absurdo isso!
O nome "presidente é comum aos dois gêneros :o presidente / a presidente;
o gerente/ a gerente.
Gente imbecil e ainda falam do outro q escreveu errado uma palavra isso é normal num Pa´s de analfabetos.
A PresidAnta é semi analfabeta, nem sabia que o Nordeste era uma região do Brasil. Tem vídeo q mostra ela dizendo "os nordestinos querem "todos vir p o Brasil ... e por aí.
Gargalhem!
kkkkkkk

Diógenes Afonso disse...

Otaviano,

Você está se equivocando em dois pontos básicos:

Primeiro - A gramática não vai ser mudada por causa da palavra "presidentA" [que você usa de forma jocosa]. O que vai correr é o uso de uma palavra por conta da própria mobilidade deste cargo [quer você queira, quer não].

Segundo - Dilma não é analfabeta por ter situado, de forma equivocada, uma região do Brasil. José Serra já fez isso, FHC já o fez também e nenhum deles pode ser considerado analfabeto.

Se usarmos o seu argumento, você é que é analfabeto, pois, de forma mais grave, comete erro no uso da língua. Você usa o verbo TER no lugar de HAVER, além de usar um complemento verbal com pronome pessoal do caso reto, quando, segundo a norma, deveria ser um oblíquo átono.

Leia você mesmo que escreveu:

"TEM vídeo q mostra ELA..."

Correção: HÁ vídeo que A mostra...

Para finalizar, poderá ler [se quiser] este línk do estudioso Gabriel Perissé:

http://palavraseorigens.blogspot.com.br/2010/11/de-presidente-para-presidenta.html

Otaviano disse...

Senhor, a questão é sobre o substantivo presidente¨¨
Não queira mudar o discurso .

Diógenes Afonso disse...

rsrs Sr. Otaviano,

O senhor não sabe ler o que escreveu? Não há mudança de discurso. O comentário que fiz está dentro do universo temático que o sr. abordou: a palavra "presidente" e o fato de Dilma ser semianalfabeta [o sr. também escreveu essa palavra de forma equivocada. O prefixo semi não se separa].

Parece-me que o sr. é que está sem argumentos para o que eu escrevi.

Carlos Cwb disse...

Otaviano, você caiu nas mãos de um professor de português!
Olha só onde você foi se meter...

Pede pra fazer xixi, disfarça e sai de fininho...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...