quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Manifestações insensatas



No período da sangrenta ditadura militar, tínhamos motivos para fazer manifestações: o golpe militar de 64 depôs um presidente legitimamente eleito pelo povo, e implantou a falta de diálogo, a censura, a liberdade vigiada, a má redistribuição de renda, as prisões arbitrárias, a tortura e o assassinato dos companheiros que se opunham à ditadura. Ricos empresários financiavam os órgãos de repressão e agentes da CIA ensinavam técnicas de tortura. Hoje, existe diálogo, liberdade de pensar, escrever, ir e vir, não há censura, baixa taxa de desemprego, empenho na redistribuição de renda, o povo deixou de ser miserável, os pobres podem frequentar universidades graças ao PROUNI, a saúde melhorou e melhorará muito com o Programa Mais Médicos, as farmácia populares distribuem medicações de uso contínuo gratuitamente, o SUS realiza tratamentos, exames e cirurgias de alta complexidade.

Nos  anos de FHC,  não era assim,  não era assim na ditadura militar, a vida de todos os que não fossem ricos era muito pior, não havia fiscalização dos gastos públicos, os donos de hospitais roubavam desabridamente do INPS, hoje SUS. Tudo isso ninguém me contou, eu vi. Hoje, há manifestações contra Copa do Mundo no Brasil, contra os gastos com o evento. Mas esses manifestantes não pensam no retorno financeiro que a Copa trará ao país, na geração de milhões de empregos graças à Copa em 2014 e às Olimpíadas em 2016? Não pensam nas melhorias da infraestrutura que ficarão pra sempre e pra todos no Brasil? Esses manifestantes depredam o patrimônio  público e privado, trazem o terror para as ruas, causam a morte de pessoas, cerceiam a liberdade de ir e vir da população, ocupam as rotas para muitos hospitais. Isso é inadmissível.

Leio muitos companheiros escreverem contra a atitude violenta da PM, mas quando vejo bancos, lixeiras e orelhões sendo destruídos, ônibus incendiados, comércio saqueado, cinegrafista assassinado brutalmente, sinto que tenho de apoiar a atitude da PM. Toda ação tem uma reação, isso é inevitável.

Leio agora no UOL que o governo de SP vai gastar R$ 35 milhões com caminhões que lançam jatos d'água para atuar nas manifestações desses vândalos. Se não fosse essa corja, o dinheiro poderia ser usado em melhorias de hospitais, escolas, moradias, transporte. Mas infelizmente, no momento, é um gasto necessário para conter esses bandidos, seus vandalismo e assassinatos de pessoas inocentes. E esses vândalos, quando  apanharem da PM, forem presos e fichados, devem saber que quem sai na chuva vai se molhar, não tem do que reclamar. Não sou contra manifestações pacificas, manifestações com reivindicações sérias, necessárias, que beneficiem a população. Manifestações populares, sem recrutamento mediante pagamento de partidos políticos  que querem desestabilizar  o atual governo. Sou petista, lulista, dilmista, sou contra qualquer injustiça, tenho horror à violência, mas diante da ação desses vândalos, bandidos, a PM  é necessária  e está agindo corretamente. Vai ter Copa, e vai  ser um sucesso, quem não gosta que não assista aos jogos.

Jussara Seixas [coeditora do Terra Brasilis - São Paulo]



Um comentário:

Orvalho do Céu disse...

Olá, professor
Foi algo abominável...
Abraços fraternos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...