domingo, 25 de novembro de 2012

Dilma: um peso para os malfeitos do governo; outro peso para os malfeitos da mídia [The Teacher põe o dedo na ferida]


O jornal eletrônico Brasil 247 (aqui) traz reportagem  em que registra a rapidez e a firmeza da Presidenta Dilma na hora de demitir ministros e servidores envolvidos em malfeitos. O último escândalo explorado pela mídia, na sua cruzada infatigável contra LULA, é de uma tal de Rosemary, em cujo caso não vou me demorar aqui porque a essas alturas até as pedras da rua já conhecem detalhes do caso. O que eu quero focar aqui é outra coisa. Os "malfeitos", que em alguns casos é um eufemismo para "crimes", devem ser punidos com rapidez e firmeza mesmo. Talvez, se Lula tivesse agido assim sempre não fosse alvo em potencial da imprensa corrupta todos os dias, embora eu acredite que ele tenha segurado a onda muitas vezes para garantir as condições para que Dilma fizesse o que está fazendo agora. Sim, mas isso é outra discussão. Voltando ao meu foco, a Presidenta está certíssima. 

Agora, a demissão da tal Rose já se tornou um megaescândalo. O baluarte na luta pela derrota política e pessoal de Lula, Reinaldo Azevedo, posta em seu blog que Rose era a "verdadeira mulher de Lula", dando conotação sexual ao caso e desrespeitando a ex-primeira dama Marisa Letícia [aqui]. Outra postagem diz que Lula pode ter caído no grampo da Polícia Federal [aqui]. Só para ficar nessas duas, porque, certamente, já devem ser milhares. 

O CASO DA DEMISSÃO DE UMA FUNCIONÁRIA QUE ESTAVA PRATICANDO TRÁFICO DE INFLUÊNCIA SE TRANSFORMARÁ EM ESCÂNDALO QUE DEIXARÁ O GOVERNO NAS CORDAS DURANTE SEMANAS E, MAIS UMA VEZ, DEVASSARÁ A VIDA DE LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA, ENQUANTO UM JORNALISTA PEGO EM GRAVAÇÕES LEGAIS NEGOCIANDO COM O MAIOR CONTRAVENTOR DO BRASIL E UM PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA PEGO EM FLAGRANTE ATO DE PREVARICAÇÃO PARA POUPAR BANDIDOS ESTÃO SENDO DEFENDIDOS PELA MÍDIA E USADOS, PARA, MAIS UMA VEZ, ATACAR O GOVERNO.

Chego aonde eu queria agora. Sabe por que tudo isso está acontecendo? Porque Dilma é corajosa, rápida e firme na hora de demitir ministros e funcionários, mas na hora de enfrentar uma imprensa que tem praticado, ao longo dos anos, malfeitos milhares de vezes - maiores e mais graves - ela é medrosa, lenta e titubeante. Esse seu discurso de que "prefere o ruído...." é para esconder a covardia que faz com que ela não demita este Paulo Bernado, incompetente e ligado ao cartel das comunicações, e ressuscite o projeto de Franklin Martins.  

DILMA É O PT E O PT É DILMA. O DEPUTADO ODAIR CUNHA DO PT ESTÁ LEVANDO "CASCUDO" DE TODO MUNDO [veja mais um aqui] POR TER INDICIADO POLICARPO E GURGEL E JÁ HÁ QUEM DIGA QUE ELE ESTARIA SENDO ABANDONADO PELA CÚPULA DO PT [aqui] E QUE POR ISSO MUDARIA O SEU RELATÓRIO.  

JÁ PERGUNTEI VARIAS VEZES E  PERGUNTO DE NOVO AGORA: DE QUE ADIANTA FICARMOS A LUTAR AQUI NA BLOGOSFERA, SEM RECURSO, SEM PODER, SEM AUDIÊNCIA (A MAIORIA DOS BLOGUEIROS SUJOS NÃO TÊM GRANDE VISIBILIDADE), APENAS COM A SUA IDEOLOGIA E UM PARTIDO INTEIRO, COM TODO O SEU PODER E POPULARIDADE,  E UM GOVERNO INTEIRO, COM TODO O SEU PODER CONSTITUCIONAL,  SE ACOVARDAR?

Essa luta é desigual. Só haveria igualdade se o Governo e o PT resolvessem se defender enfrentando a Imprensa Golpista. Se não for assim, daqui a um mês aparecerá, ou será inventada, uma nova Rose, um novo Orlando, uma nova Erenice, um novo domínio do fato e a nós só nos restará sentar no domingo de manhã para escrever lamentações. 

Por THE TEACHER.

Imagem da abertura copiada do Google images  aqui

4 comentários:

Vilmar Oliveira Carpter disse...

Não aceito que queiram jogar toda a culpa na Presidenta DILMA, das mazelas da imprensa. Desde a promulgação da Constituição, todos os Presidentes que a antecederam, se omitiram de encaminhar o Marco Regulatório. Ela em meio ao mandato, querem que tome todas as medidas saneadoras que não foram tomadas antes. Qual a intenção?

Carlos Cwb disse...

O Partido dos Trabalhadores é democrático até nisso, Cumpadi.
O que está na alçada da presidenta, ela resolve na hora.
Agora, partir pra cima da imprensa é uma decisão colegiada, ou seja, tem que ter aprovação do congresso. E você sabe como se divide o congresso...
Se ela der canetada, vai ser acusada de autoritária. Se não der, é acusada de fraca.
É um dilema...

Diógenes Afonso disse...

Caro Vilmar,

Concordo com vc quanto ao fato de não se poder pôr toda a culpa em Dilma. Agora, levantar o argumento de que os outros não fizeram antes e por isso não se deve cobrar da atual presidenta parece-me uma defesa de pouca solidez. Quer dizer que se não fizeram antes não se pode fazer depois?

Não entendi a pergunta "Qual a intenção?". Acaso vc está achando que o autor está se aliando ao PIG para melar o governo Dilma? Se for o caso, lembro-lhe que tanto o autor do artigo, meu amigo, quanto este editor-geral lutaram aqui na Blogosfera para eleger Dilma Presidenta e nela confia. Agora, uma coisa é uma coisa e outra coisa é coisa nenhuma. Tá na hora de dar um basta nesta moleza e implementar a Ley dos medios.

Grato pelo comentário.

Abs

Diógenes Afonso disse...

Certo, cumpadi,

Mas sequer foi eniado nada ao Congresso, como se pode votar o que não pode ser discutido, debatido e votado?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...