sexta-feira, 2 de abril de 2010

O Bobo da Corte Demo-Tucana




Por DiAfonso*

O jornalista, Bobo da Corte Demo-Tucana e dublê de poeta e romancista, José Nêumanne Pinto [1], atacou novamente. Do alto da asquerosidade sempiterna que lustra sua testa continental, ele fez das suas por duas vezes.


A primeira veio num comentário feito na quarta-feira, no SBT. Deu aula de semântica para Lula e Jaques Wagner acerca da palavra "refundar", usada por ambos no contexto "Vamos refundar o Brasil". Com pouco didatismo, mas com o descarado deboche que escorre pelos cantos de sua boca, o pobre jornalista (ops! Quis dizer "nobre" jornalista) "ensinara" ter a referida palavra o sentido de "tornar mais profundo, afundar, aprofundar", de acordo com o registro de renomados dicionaristas. O Bobo da Corte Demo-Tucana citou o Aurélio e o Houaiss para embasar sua douta observação e vaticinar: Lula e Jaques Wagner quiseram dizer "literalmente" que "Vamos afundar o Brasi, assim como afundamos o PT". Ora, é de se estranhar que um membro da Academia Paraibana de Letras não tenha atentado para o caráter movediço das palavras e, muito menos, para os sentidos que delas possam emanar. É bem provável que o dublê de poeta e romancista, José Nêumanne Pinto, não tenha entendido o que diz o grande poeta Pablo Neruda sobre as palavras. Para Neruda, as palavras "[...] Têm sombra, transparência, peso, plumas, pêlos, tem tudo o que se lhes foi agregando de tanto vagar pelo rio, de tanto transmigrar de pátria, de tanto ser raízes [...]" [2]. É bem provável, também, que o pobre comentarista (Ops! De novo! Quis dizer "nobre" comentarista... Essa minha cabeça...!) nunca tenha ouvido falar num ramo da linguística denominado "pragmática" cuja direção aponta para a compreensão da linguagem em seu uso comum e concreto, isto é, contextual.

De fato, a palavra "refundar" apresenta os sentidos nomeados por Nêumanne Pinto. Entretanto, longe de significar "afundar" o Brasil, a dita palavra, na boca de Lula e de Jaques Wagner, insere-se no contexto político, social e econômico do Brasil de hoje, com Lula na presidência. Lula "refunda", no sentido de "aprofundar" as discussões sobre o que é melhor para o país. Significa "aprofundar" a mudança na agenda política em benefício do povo brasileiro.

Vale lembrar, ainda, que o prefixo latino RE- possui, dentre outros sentidos, o de indicar "intensidade". Por que não, caro dublê de poeta e romancista, considerar a possibilidade de a palavra "refundar" ter, pelo viés pragmático, o sentido de "intensificar" as mudanças de que o Brasil precisa? De "aprofundar" a marcha para que o país seja livre, democrático e justo com o seu povo? Isso é para reflexão, caro dublê de poeta e romancista...

A segunda façanha do Nêumanne se deu hoje, no seu matinal comentário no jornal do SBT. Afirmara ele que não havia grandes mudanças com a desincompatibilização de alguns ministros do governo Lula, porquanto o cargo se tornara burocrático demais. Aí, veio a pérola que passo a reproduzir com palavras minhas: os cargos deixados pelos que se desincompatibilizaram são tão burocráticos que Erenice Guerra assume uma pasta, a da Casa Civil, que já pertencera ao grande estrategista do governo militar, Golbery do Couto e Silva.

É sintomático ver alguém, como faz o jornalista José Nêumanne Pinto, citar um integrante do governo militar em pleno dia 02 de abril de 2010 (O Golpe Militar se iniciou entre 31 de março de 1964 e 01 de abril do mesmo ano, segundo alguns historiadores). Parece-me que Nêumanne Pinto está saudoso daqueles duros tempos para quem não se acovardou diante da opressão do regime, como parece ter se acovardado o pobre jornalista (Ops! De novo!... Não desisto: quis dizer "nobre" jornalista).

*Editor-geral do Terra Brasilis.

[1] Para ler sobre José Nêumanne Pinto, clique AQUI.
[2] Para a concepção poética de Neruda sobre as palavras, clique AQUI.

8 comentários:

Carlos, o Pé disse...

DiAfonso,
Eu nunca fiz qualquer referência ao Pinto Nomade...Ops, Neumanne Pinto...por achá-lo insignificante demais para merecer qualquer comentário.
Mas como você provocou, direi o que penso dessa pulga jornalística:
Nada! Absolutamente NADA!!!
Não merece um segundo de meus neurônios...

Teresa disse...

Caro companheiro sou a Teresa do Blog ABRA OS OLHOS! Depois retire essa foto desta cara dai!!!
Um abraço e parabéns pelo su Trabalho!
Teresa

DiAfonso disse...

Olá, Cumpadi Carlos! Boa tarde!

Eu bem que poderia seguir o seu "consêio", mas não me conformo com as barbaridades que este dublê de poeta e romancista comete. Não dá para ficar calado, escutando e olhando para ele... rsrsr

Grande Abraço e uma Feliz Páscoa extensiva à sua família!

DiAfonso disse...

Olá, Teresa!

Obrigado pelo comentário. Mas não posso deixar de mostrar a foto desse sujeito... rsrsr

Grande Abraço e uma Boa Páscoa, extensiva à sua família!

JPC disse...

Caro Amigo esse grande Poeta, diz tantas perolas, que acaba se perdendo na semantica!
E vou acabar concordando com os companheiros ai de cima.

Tira essa foto de pobre poeta e orfão da ditadura militar.

DiAfonso disse...

Caro Cumpadi JPC, boa tarde!

rsrsr Parece que a pressão para retirar a foto do Nêumanne está grande... rsrsr Mas vou resistir... rsrsr Adoro ler O BOBO DA CORTE como legenda... rsrsr

Grande Abraço e obrigado pelo comentário. Já estou seguindo o seu blog.

Fabiana Soler disse...

Feliz Páscoa a você e aos seus!

"quem sabe faz a hora, não espera acontecer..."

http://blogdafabianasoler.blogspot.com/2010/04/feliz-pascoa.html

Fabiana.

DiAfonso disse...

Olá Fabiana! Boa tarde!

Obrigdo por nos desejar FELIZ PÁSCOA! Desejamos o mesmo a você e à sua família.

Grande Abraço e FAÇAMOS A HORA...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...